Fórmula 1

Fórmula 1: a principal categoria do automobilismo mundial

Corrida de Fórmula 1
Autor: Icon Sport
. 3/9/2017
. Copyright: Hoch Zwei / Icon Sport

A principal categoria do automobilismo mundial já completou mais de meio século e coroou grandes nomes, trazendo grandes alegrias aos torcedores brasileiros. Confira agora este post sobre a Fórmula 1 que preparamos para você!

As cores dos carros

A primeira temporada da Fórmula 1 foi realizada em 1950 e uma das grandes novidades foi a adoção das cores dos carros para a identificação do país que eles representavam: os carros verdes eram ingleses, os italianos eram vermelhos, os franceses eram azuis e os alemães eram brancos.

Foi assim que nasceu um dos símbolos mais icônicos do esporte mundial: o carro vermelho da Scuderia Ferrari. Esta é a equipe mais antiga ainda em atividade na Fórmula 1 e a única a ter participado de todas as edições do campeonato.

Equipe com mais títulos

Tanto tempo na categoria também trouxe um outro recorde para a Ferrari: é a equipe com mais vitórias na história da Fórmula 1, totalizando 15 títulos, além de ser a equipe mais famosa da modalidade e uma verdadeira paixão que arrasta fãs apaixonados por todas as partes.

Logo na sequência, a inglesa McLaren é a segunda equipe mais popular, tendo entrado para a Fórmula 1 em 1966 e conquistando 12 títulos até agora. Uma das grandes curiosidades da McLaren é que, apesar de ser inglesa, foram os brasileiros quem mais deram títulos à equipe, totalizando quatro vitórias: três de Ayrton Senna e um de Emerson Fittipaldi.

Com o título já garantido deste ano, a Mercedes consolidou-se como a quinta equipe com mais títulos na Fórmula 1, empatada em seis conquistas com a Lotus e atrás apenas da Williams, que tem sete títulos.

Pilotos com mais títulos

A Ferrari também pode se orgulhar de ter o piloto com o maior número de títulos da categoria: o alemão Michael Schumacher, que conquistou o título da principal categoria do automobilismo mundial sete vezes, sendo cinco destes títulos pela Ferrari.

Em seguida, o argentino Juan Manuel Fangio aparece com cinco títulos nas primeiras temporadas da categoria na década de 50, seguido pelos tetracampeões Alain Prost e Sebastian Vettel. Lewis Hamilton pode se juntar ao seleto grupo de tetracampeões ainda neste ano, sendo que ele e Vettel são os únicos da lista que ainda estão em atividade.

Como não poderia deixar de ser, a Ferrari detém a grande maioria dos recordes da Fórmula 1, sendo a equipe com mais GPs disputados, vitórias, Poles Positions, voltas mais rápidas, pódios e pontos na categoria. Um dos destaques é o brasileiro Rubens Barrichello, piloto que disputou o maior número de Grandes Prêmios na história da Fórmula 1.

Maiores brasileiros da competição

Nada menos do que 31 brasileiros já tiveram a honra de guiar um carro de Fórmula 1, sendo que seis deles conseguiram vitórias. Um dos maiores nomes do automobilismo brasileiro nos primórdios da Fórmula 1 foi Emerson Fittipaldi, que pilotou por 11 temporadas e, com 14 vitórias na categoria, conquistou dois títulos, em 1972 e 1974. Outro nome importante foi Nelson Piquet que competiu na categoria por 14 anos e conquistou três títulos: em 1981, 1983 e 1987.

Considerado um dos maiores pilotos de todos os tempos na história do automobilismo mundial, Ayrton Senna protagonizou com Alain Prost a maior rivalidade da Fórmula 1 desde a criação da competição. Senna conquistou um tricampeonato em 1988, 1990 e 1991, mas foi uma das inúmeras vítimas da história da Fórmula 1, morrendo após um acidente no GP de San Marino em 1994. O acidente aconteceu na hoje famosa curva Tamburello.

Outros brasileiros importantes que venceram várias corridas na Fórmula 1, mas nunca conquistaram títulos, foram, além de Rubens Barrichello, Felipe Massa e José Carlos Pace, também falecido em 1977 em um acidente de avião. Em homenagem a esse piloto, o Autódromo de Interlagos foi batizado com o seu nome.

Júlia

Jornalista apaixonada por esportes.